Unidade Têxtil

  Foto geral da Unidade Têxtil Santo André Click to enlarge
 
A Unidade de Santo André que abriga fábrica do negócio Fibras tem quase noventa anos de existência e uma vocação que caracteriza sua história desde o início: revolucionar mercados. Tudo começou em 1929, quando o Grupo implantou sua primeira atividade no setor têxtil, com a criação da Companhia Brasileira de Sedas Rhodiaceta, que produzia fio de acetato de celulose, a chamada seda artificial. Num mercado dominado pelos fios naturais, principalmente o algodão, o fio artificial era novidade para as consumidoras, que acabaram se rendendo ao seu encanto sobretudo depois que a empresa passou a produzir com ele as charmosas lingeries com a marca Valisère (1935). 

Vinte anos depois, a Rhodia iniciou em Santo André a produção de fios sintéticos de poliamida, promovendo novas revoluções no setor têxtil. Além de vestuário, desenvolveu uma série de outras aplicações para a poliamida, com fibras e fios industriais e plásticos de engenharia que atendem aos mercados automotivo, agricultura, mineração, calçados e eletroeletrônico. Em vestuário, as inovações continuaram com os fios inteligentes Amni, Emana, Emana Denim e Amni Soul Eco. 

Comprometida com a qualidade e o meio ambiente, a unidade possui as certificações ISO 9001: 2008 e ISO 14001: 2004.

Sante-andre-numeros