Rhodia e Evoluir lançam Projeto Tinkering para formar professores da rede pública em ‘educação mãos na massa”

Iniciativa prevê a preparação de 80 educadores na cidade de Itatiba (SP), que atuarão junto aos estudantes de escolas públicas locais. Devido à pandemia, formação foi adaptada para o mundo virtual

Tinkering-Projeto-2020
Pilhas, motores, chaves e barbantes são alguns dos itens que compõem as T-Box, do Projeto Tinkering

 

São Paulo, 02 de setembro de 2020 - Aprender colocando a mão na massa: essa é a missão do projeto Tinkering, que está chegando a Itatiba, na região metropolitana de Campinas, para formar 80 educadores da rede pública de ensino, com o objetivo de desenvolver uma maneira mais livre, criativa e colaborativa de aprendizado dos estudantes com o uso de ferramentas ludopedagógicas.

O Tinkering é um projeto realizado por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, da Secretaria Especial da Cultural do Ministério do Turismo, tem patrocínio da Rhodia, empresa do Grupo Solvay, e é executado pela Evoluir em parceria com a Secretaria Municipal de Educação de Itatiba. 

A primeira etapa das atividades teve início com um encontro virtual de acolhimento tecnológico aos professores, seguido da entrega das caixas, chamadas de T-Box, aos participantes do projeto.

As T-Box são recheadas de materiais, divididos nas categorias “eletrônicos”, “ferramental” e “estrutural” e podem ser usados para uma infinidade de experiências pedagógicas criativas.

Entre os “eletrônicos”, há suportes de baterias e pilhas, LEDS e motores. Já entre as ferramentas, há alicate, chaves philips, chave de fenda, trena, entre outros. Os “estruturais” têm palitos de madeira, canudos de papel, arames, barbantes e outros acessórios. Junto à caixa, os professores recebem manuais e tutoriais.

Como funciona - O projeto Tinkering é dividido em 5 principais etapas – encontro virtual com acolhida tecnológica, entrega das caixas, metodologia mão na massa, e a formação final prevista para acontecer em novembro. Todo o processo foi adaptado para o ambiente online, por conta da quarentena provocada pela pandemia do novo coronavírus.

Através da experiência, as turmas de professores aprendem, num total de 23 horas de formação, todos os passos do método Steam (Science, Technology, Engineering, Arts and Mathematics) - Metodologia de ensino americana que busca integrar conhecimentos de artes, ciências, tecnologia, engenharia e matemática para preparar os alunos para os desafios futuros como cidadão.

No Tinkering essa técnica é chamada de CDF (Conheça, Desenhe e Faça), uma nova abordagem do Steam que trabalha a curiosidade, a pesquisa e a mão na massa.

Durante os workshops de treinamento dos professores, os facilitadores da Evoluir apresentam na teoria e na prática os principais passos para trabalhar com o Tinkering nas escolas, tendo como material de apoio o guia Tinkering – Experiência Criativa e a plataforma Tinker Lab, que orientam o educador a encontrar caminhos para uma experiência fascinante de aprendizado.

Aprendizagem - A proposta de aprendizagem oferecida pelo Tinkering promove concretude ao aprendizado e está alinhada à Base Nacional Comum Curricular (BNCC), apresentada pelo Ministério da Educação (MEC). Em especial porque essas abordagens consideram a aprendizagem de forma mais ampla e transversal - incluindo aspectos como a aprendizagem socioemocional - definindo um conjunto de competências gerais que devem ser desenvolvidas de forma integrada aos componentes curriculares ao longo de toda a Educação Básica.

“A “cultura maker” tem conquistado cada vez mais destaque entre as tendências pedagógicas contemporâneas, uma vez que sua prática transforma ferramentas digitais e analógicas em contexto, linguagens e oportunidades. Além da abordagem lúdica, o projeto também visa o aprendizado socioemocional. Nós acreditamos, de fato, que estamos influenciando positivamente com uma aprendizagem mais rica, viva, com mais tecnologia e alegria”, afirma o coordenador de projetos educacionais da Evoluir, Saulo Silva.

 

Segundo Odete Duarte, Diretora de Comunicação do Grupo Solvay na América Latina, a empresa, ao longo de sua trajetória no Brasil, tem apoiado diversos projetos ligados à educação e cidadania. “O projeto Tinkering, ao aliar educação, arte, ciência e tecnologia está em linha com o propósito do Grupo Solvay que é unir pessoas, ideias e elementos para reinventar o progresso. Acreditamos que apoiar o desenvolvimento das comunidades por meio de projetos voltados à educação é a base para garantir um futuro melhor para todos", disse Odete Duarte.

 

100 anos de presença da Rhodia no Brasil – Sob as marcas do pioneirismo e da inovação, a Rhodia, empresa do Grupo Solvay, completou 100 anos de atividades no Brasil em 2019. A empresa iniciou sua trajetória de sucesso em Santo André – SP, com a instalação de uma unidade industrial de produtos químicos, que representou o primeiro passo da industrialização da região do ABC paulista. Sempre à frente do seu tempo, a Rhodia tem dado ao longo desse período uma contribuição decisiva para o fortalecimento do setor químico/têxtil e da indústria do Brasil em geral, com o desenvolvimento de tecnologias, processos e produtos para diversos mercados, e com um profundo relacionamento com a sociedade brasileira. Desde setembro de 2011, a Rhodia faz parte do Grupo Solvay, um dos mais relevantes players internacionais em materiais avançados e especialidades químicas.

Saiba mais em www.rhodia.com.br e em www.solvay.com

 

Sobre o Grupo Solvay

A Solvay é uma empresa de ciências cujas tecnologias oferecem benefícios em muitos aspectos da nossa vida cotidiana. Com 24.100 empregados em 64 países, a Solvay une pessoas, ideias e elementos para reinventar o progresso. O Grupo busca criar valor compartilhado sustentável para todos, principalmente por meio do programa Solvay One Planet, elaborado em torno de três pilares: proteger o clima, preservar recursos e promover uma vida melhor. As soluções inovadoras do Grupo contribuem para produtos mais seguros, limpos e sustentáveis, que podem ser ​​encontrados em residências, alimentos e bens de consumo, aviões, carros, baterias, dispositivos inteligentes, equipamentos de saúde, sistemas de purificação de água e ar. Fundada em 1863, a Solvay está hoje entre as três principais empresas do mundo na maioria de suas atividades e obteve vendas líquidas de € 10,2 bilhões em 2019. A Solvay está listada na Euronext Brussels (SOLB) e Paris e nos Estados Unidos, onde ações (SOLVY) são negociadas através de um programa de ADR Nível I. No Brasil, a Solvay também atua com a marca Rhodia.

Saiba mais em www.solvay.com

 

Sobre a Evoluir

A Evoluir é uma empresa educacional com um forte propósito social. Com mais de 20 anos de experiência, é especialista no desenho e execução de projetos em educação, cultura e meio ambiente. Assessora organizações públicas e privadas nos seus investimentos sociais, de forma segura e eficiente. Atua em todas as regiões do Brasil por meio de investimento direto, editais e leis de incentivo nos âmbitos federal, estadual e municipal. Conta com quatro áreas de negócios - Projetos Educacionais, Formação Continuada, Eventos Educacionais e Editora Evoluir - que já beneficiaram mais de 500 mil pessoas por meio de parcerias com o poder público e iniciativa privada.

Saiba mais: www.evoluir.com.br

 

 

Mais informações à Imprensa:

Sobre a Evoluir e o projeto Tinkering

Gabriela Ribeiro (11) 94199-2090 / gabiribeiro@novitacom.com.br

Thaís Fernandez (19) 99792-9861 / thais@novitacom.com.br

Patricia Lopes (21) 99554-885 / patricia.lopes@novitacom.com.br

 

 

Sobre o Grupo Solvay e a Rhodia no Brasil

Roberto Custódio – roberto@pexpress.com.br e

Marcela de Paula – marcela@pexpress.com.br

Tels. (55 11) 3284 5164 ou celular (55 11) 999 33 8148