Entrando na era global (anos 90)

Unidade Têxtil de Santo André - produção do fio de poliamida AmniClick to enlarge

Com o avanço do processo de globalização, a matriz Rhône-Poulenc decidiu reestruturar seus negócios e focar em negócios e mercados nos quais tinha maior competitividade. No Brasil, a Rhodia seguiu os passos estratégicos do Grupo e, além de manter o foco nas atividades que já detinham importantes participações no mercado nacional, abriu novas frentes. Uma delas foi o lançamento, em 1995, da produção de surfactantes e especialidades químicas com aplicações em setores como os de cuidados pessoais e com a casa, agroquímicos e petróleo, entre outros.  

 

Na área têxtil, mais inovações. Primeiro, com o lançamento, em 1992, das microfibras, novidades que comporiam os produtos da marca Amni. As novidades conquistaram rapidamente os criadores de moda e consumidores de artigos têxteis com seus diferenciais de caimento, beleza e conforto. Depois, em 1998, foi a vez de lançar Amni Biotech, uma pioneira linha de fios inteligentes, com propriedades funcionais: a tecnologia permite controlar a proliferação de bactérias que provocam mau odor em artigos como meias e roupas íntimas. E, como importante referência no mundo da moda há muitas décadas, a Rhodia esteve entre os patrocinadores da primeira edição da São Paulo Fashion Week, em 1995, passarela que frequentou em várias edições seguintes nas coleções dos mais badalados estilistas.

 

Os avanços seguiam em outras áreas. No campo da gestão da qualidade, a fábrica do ácido salicílico, em Paulínia, obteve, em 1993, a primeira certificação ISO 9000, gradativamente estendida a outras unidades. No território da sustentabilidade, a empresa implantou em 1992 o Prisma (Programa Rhodia de Informação e Sensibilidade ao Meio Ambiente) e, no mesmo ano, aderiu pioneiramente ao Responsible Care, programa de Atuação Responsável coordenado pela Associação Brasileira da Indústria Química e Produtos Derivados (Abiquim).

 

Ao final da década, em 1998, uma boa surpresa para o time brasileiro da empresa e um reconhecimento à força da marca Rhodia: até então usado apenas aqui e na Alemanha, Rhodia torna-se o nome do Grupo globalmente.