Boletim Nosso Ambiente São Bernardo do Campo

Aqui também é lugar de aprender

Rhodia recebe alunos de Engenharia Química da Unifesp

A teoria ensinada em sala de aula é fundamental. Mas igualmente importante é saber como os conceitos teóricos viram prática no mundo corporativo. Foi isso que 40 alunos de Engenharia Química da Universidade Federal do Estado de São Paulo (Unifesp) puderam conhecer em visita à Rhodia de São Bernardo do Campo. A atividade foi parte da programação da VII Semana Científica e Cultural da Unifesp Diadema (SCCUD).

Organizadores da Semana, os próprios estudantes escolheram a Rhodia como um de seus focos de interesse. E a empresa, sempre empenhada em aproximar-se do mundo universitário e dos jovens que formarão a nova geração de profissionais, abriu suas portas para recebê-los. “É uma honra sermos lembrados, pois mostra que somos uma importante referência para eles. É também uma oportunidade de apresentar o que fazemos e como trabalhamos com responsabilidade”, diz Mariana Maioli, engenheira de Produção.

Os convidados conheceram a fábrica e o laboratório e assistiram a apresentações sobre o Grupo Solvay, ao qual a Rhodia pertence; sobre a Unidade de São Bernardo, que fabrica plásticos de engenharia; e sobre a aplicação desses produtos em mercados como o automotivo e eletroeletrônico. Os cuidados da empresa com segurança e meio ambiente também estiveram em pauta.

“É fundamental que os alunos vejam na prática temas que abordamos conceitualmente. Além disso, também podemos explorar em sala de aula muitos itens apresentados na visita”, diz o prof. Dr. Roberto Nasser Jr, que acompanhou os alunos e é um ex-funcionário da Rhodia. “A visão industrial prepara o jovem para o mercado de trabalho. Há uma carência dessa interação, e esses eventos são essenciais para a formação dos estudantes”, completa ele.

"Já participei de várias visitas técnicas e essa foi a que mais chamou minha atenção. Tivemos uma rica explicação da engenheira de processos e, na visita às instalações industriais, presenciamos o que, geralmente, conhecemos apenas nos livros. Essa experiência amplia nossos horizontes, motiva os estudos e nos conscientiza da responsabilidade que teremos como engenheiros químicos quando ingressaremos no mercado de trabalho." 
Giulia Fabbri, estudante de Engenharia Química 


CAPA-SBC-UNIFESP

Trocando Ideias

Ajudar no direcionamento da carreira também faz parte das contribuições da Rhodia para a comunidade e para a formação dos talentos do futuro. Esse é o foco do programa Trocando Ideias que, em sua edição mais recente, envolveu os alunos do 3º ano do Ensino Médio do Sesi Vila Leopoldina.

Além de conhecer a empresa, seus processos e produtos, os participantes do Trocando Ideias batem papo com profissionais da Rhodia sobre trabalho, carreira, áreas de atividade e oportunidades de mercado. São informações preciosas para os jovens que estão num momento decisivo para escolher a profissão que desejam seguir. 

“Gostei muito da visita, de conhecer na prática o que a gente estuda em sala de aula sobre os polímeros. A parte que mais gostei foi do laboratório. Eu já queria fazer Engenharia de Produção e conhecer um pouco do dia a dia da fábrica só fez confirmar a minha escolha.”
Haroldo Medeiros, aluno do Sesi Vila Leopoldina 


CAPA-SBC-trocando-ideias


A fórmula da sustentabilidade

Rhodia vai diminuir ainda mais as emissões de gases das suas fábricas

É possível fazer uma fábrica produzir mais e, ao mesmo tempo, reduzir a quantidade de gás carbônico (CO₂) que ela emite na atmosfera? A resposta é sim e a Rhodia vem trilhando esse caminho. Esse é um dos eixos que o Grupo Solvay, ao qual a empresa pertence, traçou para balizar sua estratégia de crescimento, que foi sintetizada em na expressão More Future (Mais Futuro). 
 
A meta definida é ambiciosa: até 2025, reduzir em 40% a intensidade das emissões de CO2 de suas unidades industriais em relação aos índices de 2014. E o que significa reduzir a intensidade das emissões? Ao contrário do que muita gente pensa, não se trata simplesmente de diminuir a quantidade de gases poluentes emitida. Reduzir a produção de uma fábrica, por exemplo, faria cair o volume de emissões. O que a Rhodia quer é continuar crescendo, fabricando cada vez soluções que estão presentes em inúmeros produtos do nosso dia a dia e impactando cada vez menos o meio ambiente. Por isso, a redução da intensidade é calculada considerando a quantidade de CO₂ emitido em relação ao resultado financeiro.

Como avançar nesse desafio de produzir mais, emitindo menos? São várias as frentes de atuação da Rhodia para:

  • Aumentar da eficiência energética das fábricas
  • Melhorar os processos industriais
  • Eliminar fontes de desperdícios
  • Utilizar novas fontes de energia, privilegiando as fontes renováveis de energia, como a biomassa.

Um dos importantes trunfos da empresa é a metodologia desenvolvida pelo Grupo para aumentar a eficiência energética das fábricas e reduzir as emissões de gases de efeito estufa. Batizada de Solwatt, ela permite fazer um diagnóstico cuidadoso das condições de cada unidade industrial e identificar oportunidades que são a base para a elaboração e implantação de planos de melhoria.   

nosso-ambiente-pg2-brotas-sto-andre

Gerenciando o portfólio de produtos

Outro importante pilar que direciona as estratégias da empresa rumo ao futuro é a Gestão Sustentável do Portfólio. Também neste caso o Grupo desenvolveu uma ferramenta que consegue identificar quais são os produtos e aplicações que trazem mais benefícios para a sociedade e o planeta, levando-se em consideração os impactos ambientais associados ao seu ciclo de vida, ou seja, desde o tipo de matéria-prima usada na fabricação de um produto até o produto acabado e a sua aplicação pelos clientes.

Essa ferramenta está sendo usada para reorganizar as estratégias dos negócios da Rhodia rumo ao objetivo definido pelo Grupo Solvay no More Future:  ter, em 2025,  50% de suas vendas associadas a soluções sustentáveis.  Hoje o índice está em torno de 25%.     

Para isso, a empresa está empenhada em expandir as inovações e as vendas de produtos que:

  • utilizem ou favoreçam a energia renovável
  • sejam produzidas a partir de matérias-primas renováveis 
  • gerem benefícios à saúde e ao meio ambiente em suas aplicações
  • envolvam processos produtivos e logísticos mais eficientes e menos poluente


Conheça alguns destaques do nosso portfólio sustentável

  • Augeo – Família de solventes fabricados a partir da glicerina, uma matéria-prima de fonte renovável. Inovação desenvolvida no Brasil, essa tecnologia substitui produtos de origem petroquímica. Os solventes da família Augeo são mais amigáveis ao meio ambiente e à saúde humana.
  • Amni Soul Eco – A Rhodia criou o primeiro fio de poliamida biodegradável do mundo. Graças a essa tecnologia desenvolvida no Brasil, roupas fabricadas com esse fio degradam mais facilmente nos aterros sanitários, minimizando o impacto ambiental. Também made in Brazil é a linha de fios Amni Sustainable White que, além de apresentar um teor de branco único no mercado, reduz o consumo de água e os gastos com energia nos processos produtivos da indústria têxtil.
  • Technyl ECO – Linha de plásticos de engenharia fabricada a partir do reaproveitamento de fios têxteis e industriais não utilizados em outras linhas de produção da empresa. Com isso, a Rhodia transforma novamente em matéria-prima o material que seria descartado, economizando recursos naturais em seu ciclo produtivo.
  • Rhodiaeco – Premiada como uma inovação sustentável, essa tecnologia substitui produtos agressivos ao meio ambiente tradicionalmente usados no tratamento do couro. Desenvolvido pela Rhodia no Brasil, Rhodiaeco aperfeiçoa o processo produtivo da indústria do couro e contribui para reduzir a geração de efluentes.
  • Sílica Efficium – Nova geração da sílica de alta dispersabilidade (HDS), ela substitui o negro-de-fumo, produto de origem petroquímica comumente usado nas misturas de borracha para pneus. Além de melhorar o rolamento dos pneus, o que reduz o consumo de combustível e as emissões de poluentes dos carros, essa sílica diminui o consumo de energia no processo produtivo da mistura da borracha.  
  • Jaguar – Linha de produtos obtidos a partir de fonte vegetal (a goma guar), usados na formulação de xampus e sabonetes líquidos. Em breve, a Rhodia passará a fabricar no Brasil outra linha de ingredientes de origem vegetal para o mercado de produtos de cuidados pessoais, esta feita à base de óleo de palma. 

Uma jornada divertida para tratar de um assunto sério

Desafio de reduzir as emissões de CO₂ é tema da Semana do Meio Ambiente da Rhodia

Os veículos, as indústrias, a agricultura e até nós quando respiramos produzimos gás carbônico (CO2), um dos gases de efeito estufa. Ele é, sim, necessário à vida. Mas, em excesso, impacta o aquecimento global, provocando desequilíbrios que afetam milhões de pessoas. Por isso, reduzir suas emissões é assunto sério. Mas dá para abordar o tema de maneira leve e descontraída. Foi isso que aconteceu na Semana do Meio Ambiente da Rhodia, quando abrimos as portas da nossa fábrica para falar sobre essa questão, mostrar o que estamos fazendo e incentivar cada um a fazer a sua parte.

Neste ano, 37 alunos da Escola Estadual Maria Regina Demarchi Fanani participaram da nossa Semana. Eles assistiram a palestras sobre as práticas sustentáveis da Rhodia e discutiram o principal tema do evento: os possíveis caminhos para reduzirmos as emissões de CO₂. 

E o que aprenderam com isso tudo? Muita coisa, como os estudantes mostraram na Gincana do Meio Ambiente. Divididos em grupos, eles se engajaram numa divertida disputa de perguntas e respostas, provas de mímica e de esportes. 

Depois, veio a etapa mais aguardada pelos convidados: a visita às nossas instalações, num roteiro que incluiu escritórios, laboratório, ponto de encontro da Brigada de Emergência, Estação de Tratamento de Efluentes e a fábrica. “É sempre muito prazeroso receber os estudantes. A alegria que demonstram faz valer a nossa dedicação para organizar o evento”, diz Miriam Ferreti, técnica de Saúde, Segurança e Meio Ambiente.

Na despedida, os jovens ganharam um brinde ecológico – um bonequinho que precisa apenas receber água e ser colocado ao sol para que nasça grama em sua cabeça, o seu “cabelo” natural. Foi uma forma simbólica de mostrar como, com atitudes simples, podemos contribuir para o meio ambiente.  

Como você pode ajudar a reduzir as emissões de CO2?

  • Utilize o transporte coletivo em vez do individual
  • Na hora de abastecer, troque a gasolina pelo etanol
  • Economize energia elétrica (parte dela é gerada pela queima de combustíveis fósseis, como os derivados de petróleo)

A Semana do Meio Ambiente é um evento anual promovido pela Rhodia em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente. 


PG4-Semana-Meio-Ambiente-SBC