Solvay inaugura laboratório de biotecnologia industrial no Brasil para reforçar a Inovação em Química Sustentável a partir da biomassa

  IBL-predio2-baixa Click to enlarge
Bruxelas, Bélgica, e Paulínia, Brasil, 02 de junho de 2015– O Grupo Solvay está inaugurando hoje (02/06) no Brasil o Laboratório de Biotecnologia Industrial (IBL, na sigla em inglês) com o propósito de ampliar o desenvolvimento de inovações ligadas à Química Sustentável. 

O laboratório tem como foco principal a pesquisa de novos processos e moléculas derivados da biomassa e a sua transformação em soluções inovadoras para atender aos mercados de atuação da empresa. Totalmente integrado, o laboratório é capaz de cobrir toda a cadeia de valor de biomassa, desde a sua caracterização até a fase de obtenção de novas moléculas e soluções.
 
Em linha com a estratégia global de inovação da Solvay, a criação no Brasil desse novo laboratório foi uma escolha natural da direção do grupo. “O Brasil é uma região privilegiada no mundo para o desenvolvimento de uma economia a partir de recursos renováveis. O país reúne todas as condições exigidas, como cadeias agrícolas competitivas e sólido conhecimento científico na área de biotecnologia. Esses ativos relevantes apoiam nossas ambições de aumentar o nosso portfólio de inovações com base em recursos renováveis”, afirma Louis Neltner, vice-presidente de Pesquisa e Inovação do Grupo Solvay.

O IBL terá um papel importante no Grupo Solvay para incrementar as inovações sustentáveis, um dos pilares do crescimento da empresa. “Este laboratório está sendo lançado com base no alinhamento de nossa estratégia de inovação com as oportunidades oferecidas pelo país nessa área, em um cenário altamente cooperativo”, afirma Thomas Canova, diretor de Pesquisa e Inovação do Grupo Solvay na América Latina.  

A ambição da Solvay é oferecer permanentemente à sociedade novas soluções em tecnologias e produtos que ajudem a responder aos grandes desafios do mundo atual, como a maior demanda por saúde e bem-estar, as mudanças climáticas, a escassez de recursos e a entrada no mercado consumidor de mais de 1 bilhão de pessoas. 
 
O novo laboratório trabalhará em parceria com as unidades globais de negócios do Grupo Solvay, bem como com os 15 centros de pesquisa e inovação do grupo, além de parceiros externos de pesquisa e inovação. Ocupa um prédio de cerca de 600 m2 e dispõe dos mais modernos equipamentos.

O IBL conta com uma equipe de pesquisadores altamente qualificada, abrangendo técnicos, doutores e colaboradores externos vinculados a programas de pesquisas em parceria com diversas instituições públicas e privadas. A nova unidade já nasce com um sólido programa de pesquisas em andamento, que inclui projetos nas áreas de aromas e fragrâncias, materiais inorgânicos, surfactantes, solventes e derivados de celulose para atender demandas de diferentes mercados de atuação da empresa.

Siga a Solvay no twitter @SolvayGroup

Sobre a Solvay

Como um grupo químico internacional, a Solvay  auxilia a indústria na busca e implementação de soluções cada vez mais responsáveis ​​e de criação de valor. Gera 90% do seu volume de negócios em atividades onde ele está entre os três principais grupos globais. Seus produtos são utilizados em diversos mercados, tais como energia e meio ambiente, automotivo e aeroespacial, elétricos e eletrônicos, com objetivo de melhorar o desempenho dos clientes e a qualidade de vida dos consumidores. O grupo, com sede em Bruxelas, emprega cerca de 26000 pessoas em 52 países e obteve um faturamento de € 10,2 bilhões em 2014.Solvay SA (SOLB.BE) está listada na NYSE Euronext Bruxelas e Paris (Bloomberg:SOLB.BB– Reuters: SOLBt.BR). No Brasil, o grupo também atua com o nome Rhodia, que foi adquirida em 2011.

Saiba mais em www.solvay.com